25/09/2020 às 13h34min - Atualizada em 25/09/2020 às 13h34min

Pais se revoltam com cesta distribuída pela Secretaria de Educação de Sebastião Barros

Viviane Setragni
Portal Corrente

Os pais dos alunos da rede municipal de ensino de Sebastião Barros foram chamados esta semana para receberem um kit de alimentação escolar na respectiva escola dos seus filhos.

Ao recebe o kit, os pais se surpreenderam com a pouca quantidade de comida. O kit é composto por um saco de biscoito salgado, meio quilo de farinha de cuscuz, um pacote de macarrão, um pote de extrato de tomate, um quilo de açúcar e um saco a granel de arroz. 

Uma mãe, indignada, relatou que se deu ao trabalho de pesar o saco de arroz recebido, que não possui identificação; "Eu pesei esse saco em casa, ele tem 800 gramas de arroz gente, isso é um absurdo, não tem nem um quilo. Essa cesta não chega a 4 quilos, não tem óleo, não tem quase nada. Como é que uma mãe pobre, que vive de bolsa família, vai alimentar os filhos todos em casa, sem irem pra escola. Desde o início da pandemia, que não tem aula, é a primeira vez que a gente recebe uma ajuda de comida, assim é muito difícil", relatou.

Uma resolução publicada no dia 13 de abril deste ano no Diário Oficial da União pelo MEC (Ministério da Educação) e pelo FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) orienta estados e municípios a distribuírem kits com merenda nas casas dos alunos, em meio à suspensão de aulas por conta do novo coronavírus. 

O município de Sebastião Barros, entretanto, ignorou a orientação e tomou a iniciativa de fazer a entrega de um kit somente agora, no mês de setembro, 6 meses após a suspensão das aulas.

O município de Sebastião Barros possui atualmente a população estimada de 3.451 habitantes, No senso escolar de 2018, o número de alunos matriculados na rede municipal de ensino era de 822 crianças. 

De acordo com informações do Ministério do Desenvolvimento Social, no mês de março de 2020, 722 famílias do município de Sebastião Barros foram beneficiadas com o Bolsa Família, o que corresponde a 81% da população, um dos maiores índices do Brasil.

Moradores da cidade afirmam que, um mês após o início da pandemia, a Secretaria Municipal de Assistência Social fez a distribuição de cestas básicas. Essa foi a primeira vez que a Secretaria Municipal de Educação prestou assistência aos pais dos alunos.



Professores fizeram selfie com as cestas a serem distribuídas

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp