29/09/2020 às 21h30min - Atualizada em 29/09/2020 às 21h30min

Candidata a vice-prefeita de Corrente é processada por fake news

Diana Messias, irmã do prefeito de Cristalândia, Ariano Messias, candidato à reeleição, teria utilizado um perfil falso nas redes sociais para ofender o candidato Alvino Aleixo de Barros Filho

A candidata a vice-prefeita do município de Corrente/PI, Diana Messias Paranaguá Cavalcanti, está sendo processada pelo atual vice-prefeito do município de Cristalândia do Piauí e candidato a prefeito daquela cidade, Alvino Aleixo de Barros Filho, pelos crimes de injúria, calúnia e difamação.
 
Ela teria utilizado um perfil falso na rede social Facebook, sob o nome de “Luisa Verbena Lustosa Bacelar Avelino”, para ofender e caluniar o candidato. A vítima teria descoberto a verdadeira identidade ao consultar a página do perfil na rede social, onde o link de perfil originalmente criado não havia sido alterado, conforme print abaixo, permanecendo em nome de Diana Messias.

   
A juíza substituta do Juizado Especial Cível e Criminal de Corrrete, Viviane Kaliny Lopes De Souza, marcou para o dia 9 de novembro a realização de uma audiência UNA (conciliação, instrução e julgamento), que será realizada por meio de videoconferência.

Além de candidata a vice-prefeita de Corrente, Diana Messias é irmã do atual prefeito de Cristalândia do Piauí, Ariano Messias. Ele é candidato a reeleição naquele município.
 
O assuto Fake News foi abordado em entrevista concedida neste domingo pelo  presidente do  TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Luís Roberto Barroso, à Globo News. Ele confirmou que o TSE fez uma parceria com as principais redes sociais, WhatsApp, Twitter, Facebook, Instagram, Google e TikTok, para combater a divulgação de fake news durante as eleições.
 
"Há um outro vírus que ronda as eleições, capaz de comprometer não a saúde pública, mas a própria democracia. Trata-se das notícias falsas, das campanhas de desinformação e de difamação. Vamos fazer uma campanha com debate público de qualidade, franco e robusto, mas com respeito e consideração pelas pessoas e por suas ideias, mesmo que diferentes das nossas", pediu.



 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp