14/10/2020 às 16h55min - Atualizada em 14/10/2020 às 16h55min

Menor grávida é espancada pelo companheiro e tem moto incendiada

A Polícia Militar prendeu o agressor, também menor de idade

Viviane Setragni
Portal Corrente
A 2ª Companhia de Polícia Militar de Curimatá prendeu, na última segunda-feira (12), o menor A.B.S., de 17 anos, por agressão e ameaça de homicídio à menor A.P.S.R., também de 17 anos, sua companheira. A prisão aconteceu na localidade Flecha, zona rural do município de Curimatá, onde ele foi detido pelos policiais militares ao tentar "terminar o serviço".

Segundo relatório da polícia, a ocorrência teve início no dia 9, quando os policiais receberam uma denúncia de que a menor havia sido vítima de agressão física pelo seu ex-companheiro. Chegando ao local, os policiais militares constataram que a adolescente, que já é mãe de uma criança pequena e que está grávida, havia sido agredida violentamente com pauladas na sua cabeça, produzindo grande ferimento no couro cabeludo. Além da agressão física, ele incendiou a motocicleta da vítima, a qual ficou totalmente destruída. O responsável pela agressão havia fugido do local, não sendo possível localizá-lo.

Já no dia 12 de outubro, por volta das 21h, a guarnição de serviço recebeu outro chamado por parte da vítima, onde a mesma afirmava que o acusado continuava ameaçando a mesma, relatando inclusive que o mesmo disse que iria voltar para "terminar o serviço".

Imediatamente, a guarnição retornou ao local e conseguiu fazer a apreensão do adolescente, que junto com a vítima, foram conduzidos a Delegacia de Polícia de Curimatá para os procedimentos cabíveis. O menor será enquadrado na Lei Maria da Penha pela agressão à companheira.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp