25/07/2021 às 10h35min - Atualizada em 25/07/2021 às 10h35min

Moradores do bairro Aeroporto, em Corrente, passam o final de semana sem água nas torneiras

Viviane Setragni
Portal Corrente
Os moradores dos bairros Aeroporto I e II, Morada do Sol e IBC, no município de Corrente, estão sem água nas torneiras desde o início do final de semana, Desde sexta todos os moradores dessa região de Corrente estão com o abastecimento prejudicado, representando um grande transtorno para as famílias, que não podem lavar as roupas da semana, tomar banho, limpar a casa e até de fazer o essencial para a manutenção da saúde em tempos de pandemia, lavar as mãos. Até para beber água as pessoas são obrigadas a comprar, apesar de pagarem mensalmente à Agespisa para terem o serviço em suas residências.

A Agespisa divulgou uma nota informando que o motivo da falta d'água seria por queima de dois conjuntos de bomba do sistema. A nota informa ainda que a empresa está trabalhando para solucionar o problema, mas não dá previsão de retorno dos serviços. 

 
Indignados com a situação, muitos usaram as redes sociais para protestar. "Aqui no 2 ela veio essa noite só que eu fui dormir já era meia-noite olhando e nada aí deixei a torneira ligada o tambor não encheu nem a metade", disse uma moradora na manhã de ontem.

Outra moradora destacou os transtornos que os moradores passam. "Bom dia a todos, chegando agora do centro de Corrente. Nosso bairro realmente é esquecido com essa questão da água, lá várias pessoas lavando suas calçadas, lavando seus carros, lavando moto e a gente aqui sem ter o que fazer sem água! Isso é muito revoltante porque a gente paga o talão da mesma forma que eles lá no centro, com uma diferença, que a gente paga sem ter água!".

"Falaram que a água agora depende de energia. Falaram que a bomba é pesada e disse que a energia tem que está 100% estabilizada. Agora é que não vamos ter água mesmo. Todo dia é um problema. Falta de respeito com o consumidor. Falta de políticos pra correr atrás em favor da população. Complicado", disse outro morador.

O Aeroporto e bairros próximos são abastecidos por um sistema que bombeia a água para a região, que está localizada em altitude superior ao centro da cidade, de onde provém a água. Sistematicamente o local sofre com a falta d'água, sendo o motivo maior apresentado pela Agespisa de que a má qualidade da energia elétrica danifica o sistema de bombeamento. Cada vez que as peças são danificadas e que não é possível realizar a manutenção, é necessário aguardar a vinda de peças novas de outras localidades.

A solução apresentada por muitos seria a perfuração de poços artesianos para abastecimento exclusivo, a exemplo do bairro Vermelhão, que tem por um poço próprio. A proposta já foi promessa de campanha de candidatos a vereador, a prefeito e a deputado, mas a ideia nunca saiu do papel. 

"Se os políticos trabalhassem do lado do povo já teria resolvido isso a muito tempo. Pois eles tem mais forças e conhecimentos pra correr atrás das autoridades responsáveis. Porém políticos só lembra do povo pra pedir voto", desabafou este morador do bairro.


 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp