12/04/2014 às 13h24min - Atualizada em 12/04/2014 às 13h24min

Trote solidário lança em Corrente o Pacto Mundial pela Vida

Ação foi realizada em parceria entre Gerência de Educação para o Trânsito e estudantes da Faculdade do Cerrado

Portal Corrente

A Superintendência  Municipal de Trânsito de Corrente, através da Gerência de Educação para o Trânsito, realizou na manhã desta sexta-feira (11), o Trote Solidário. Participaram da ação calouros do primeiro bloco de Direito e acadêmicos do terceiro bloco de Administração da Faculdade do Cerrado, também com o objetivo de envolver os jovens nesta campanha.

Após parar os carros e as motos com o símbolo da parada Nacional pela Redução de Acidentes, os estudantes entregaram adesivos com o símbolo da campanha e convidaram as pessoas a participarem do Pacto pela Vida, um convite que está sendo feito nacionalmente.

O cabo Julio Cézar , Gerente Municipal de Educação para o Trânsito, explica que no ano de 2011 reuniram-se diversos países com altos índices de acidentes de trânsito, onde foi efetuado um pacto assumindo o compromisso de reduzir drasticamente estes índices em no máximo 10 anos.  “Nós estamos na década mundial de segurança do trânsito, que vai de 2011 a 2020, onde todos os países que são signatários deste acordo estão fazendo campanhas para que possam reduzir o número de mortes em acidentes no trânsito. Por ano cerca de 40 milhões de pessoas morrem vítimas de acidente no trânsito e as pessoas mais afetadas são as que estão na faixa etária de 15 a 44 anos, ou seja,  as pessoas jovens”, colocou.

Julio Cezar afirma ainda que as atitudes a serem tomadas são muito simples, como respeitar os limites de velocidade, mesmo que a cidade esteja hoje bem asfaltada e sem buracos, usar o cinto de segurança, utilizar o capacete, não permitir crianças menores de 9 anos no banco da frente, não permitir que os filhos menores de idade dirijam os veículos. “Muitas vezes são os próprios pais que entregam os veículos aos seus filhos menores de idade, que não são habilitados e nem poderiam ser, por causa da idade. Fazemos um apelo para que os próprios pais levem seus filhos à escola, mas não entreguem carros ou motos às crianças”, enfatizou.

Devido aos trabalhos realizados, em Corrente já se conseguiu diminuir significativamente o número de óbitos causados por acidentes. “Há cerca de cinco anos o número de mortes por acidente no perímetro urbano de Corrente eram de até cinco por mês. Com os sucessivos trabalhos de conscientização estabilizamos em três mortes por mês causadas por acidentes e neste ano, até o dia 11 de abril, não obtivemos nenhuma morte no trânsito no perímetro urbano. Eu gostaria de chegar ao final do ano de 2014 e dizer que não obtivemos nenhuma morte no trânsito. Acidentes não há como evitar, mas podemos minimizar o número de mortes”, colocou Júlio Cezar.

Ao longo de todo o ano serão realizadas ações com a finalidade de diminuir a ocorrência de mortes causadas por acidentes e os próprios acidentes, além das ações de fiscalização que já estão sendo realizadas diariamente pela Polícia Militar. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp