11/05/2014 às 14h05min - Atualizada em 11/05/2014 às 14h05min

Mão Santa visita mais quatros cidades neste final de semana

O ex-senador tem como base ouvir primeiro o povo para estabelecer metas para melhorar a saúde

GP1

Seguindo convites para escutar o povo, o pré-candidato a governador pelo PSC, Mão Santa, e dona Adalgisa estão escutando as pessoas nas ruas, associações, sindicatos, a sociedade civil como um todo, de onde vai tirar opiniões para formatar o seu plano de Governo e por conta disso estará nos municípios de Madeiro, Luzilândia, Matias Olímpio e Murici dos Portelas, nesse final de semana.

O ex-senador tem como base ouvir primeiro o povo para estabelecer metas para melhorar a saúde, que está caótica, com os hospitais fechados no interior e cita como exemplo o hospital de Buriti dos Lopes, que era considerado o segundo melhor hospital do estado e que está fechado por causa modelo implantado durante esses 12 anos.

Mão Santa lembra que em seu governo nenhum hospital foi fechado, pelo contrário, foram reformados e ampliados.

Na educação, Mão Santa tem como meta fortalecer a educação de base, ensino médio, revitalizando a UESPI: “Quando fui governador, levei 38 campus avançados da UESPI, eu interiorizei a UESPI, eu quis a UESPI grande, tanto que eu dei o palácio Pirajá, que era a sede do governo na época, para ser a sede da reitoria e administrativa da UESPI, para mostrar a grandeza que a Uespi representa para o nosso estado. Fui eu que implantei os cursos de medicina, direito, os cursos pré-matutinos, para possibilitar o trabalhador se qualificar e que hoje não vemos acontecer”, lembrou.

“Na segurança, pretendemos interiorizar ainda mais as polícias, dando apoio na área científica, fazendo novos concursos para as polícias civil e militar, e tolerância zero com a criminalidade, como foi no meu governo”, garantiu.

Depois de ouvir o povo, Mão Santa vai buscar o apoio político que já está acontecendo em prol de sua candidatura “já que eu represento a verdadeira mudança e avanço contra o modelo que já está aí há 12 anos”, finalizou.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp