10/04/2013 às 18h11min - Atualizada em 10/04/2013 às 18h11min

Secretaria de Educação, Esporte e Cultura avalia a implantação do karatê nas escolas do município

Superintendente também afirma que escola do Araticum será utilizada pelo município

Portal Corrente

 

Na manhã desta quarta-feira, reuniram-se na Secretaria de Educação do Município de Corrente a superintendente de educação, Socorro Amorim, o vereador Toni e o sensei Charles Uells. O objetivo da reunião foi de discutir o projeto de implantação do karatê como opção de esporte nas escolas do município.

O sensei declarou que gostaria de implantar o esporte não somente na área urbana, mas também na área rural, nas escolas “pólos”.

A superintendente afirmou que o projeto já foi analisado pela secretaria e a possibilidade é de que ele seja implantado através do programa “Mais Educação”, que dá a opção de escolha de um esporte, com recursos do Governo Federal. “Aguardamos apenas a chegada da secretária de educação, Maria do Socorro Cavalcanti, para fazermos uma reunião e decidirmos a respeito”.

O vereador Toni aproveitou a ocasião para falar sobre a Escola Joaquim Nogueira Paranaguá, na localidade de Araticum. A escola, de responsabilidade do estado, fechou no ano passado, o que para o vereador não seria o ideal. “Anos atrás  minha família doou o terreno ao estado para a construção de uma escola, pois sabemos que a educação é fundamental para o desenvolvimento da sociedade. Por isso vou lutar para               que a escola seja reaberta, nem que seja para uso do município em parceria com o estado, mas farei de tudo para que ela não fique fechada”, declarou o vereador.

Segundo a superintendente, já foi feito um levantamento na região e constatou-se que a escola poderia ser um pólo, que receberia alunos do Calumbi, Guanabara e Vereda da Porta. A escola possui estrutura adequada, com laboratório de informática, salas amplas e água. Decidiu-se então que a escola abrigará o ensino fundamental menor, da 1ª à 4ª série, o que somaria uns 200 alunos, sendo que da 5ª à 8ª série do ensino fundamental a escola funcionará na Guanabara, abrigando cerca de 106 alunos. A escola já está sendo reformada.

O vereador Toni prontificou-se a enviar um requerimento ao Estado, solicitando que seja feita a construção dos banheiros, uma vez que os que lá existem são inadequados, e posteriormente solicitará a construção de um muro e por fim de uma quadra poliesportiva.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp