05/09/2014 às 13h14min - Atualizada em 05/09/2014 às 13h14min

Comunidade da Vereda do Riacho Grande, zona rural de Corrente, recebe nova rede de abastecimento

Nova rede possui 3.312 metros. Ligações clandestinas foram retiradas.

Ascom

Por Viviane Setragni

A Prefeitura Municipal de Corrente, através da Gerência de Recursos Hídricos, continua as obras da rede de abastecimento na localidade de Vereda do Riacho Grande, zona rural do município de Corrente.

Ao todo, 3.312 metros de rede estão sendo instalados nas vias que dão acesso às residências da localidade, sendo que cada morador fará a sua parte cavando as valas em que serão colocados os canos de ligação com as suas casas.

O Gerente de Recursos Hídricos, Osvaldo Rodrigues, esteve pessoalmente nesta quarta-feira (3) no local acompanhando o andamento da obra.

“Esta obra irá solucionar um grande problema que tínhamos aqui nesta região, em que diversos moradores não estavam recebendo água pela rede, que apresentava diversas mangueiras danificadas, além das ligações que foram sendo feitas posteriormente. O material que está sendo utilizado é da melhor qualidade existente no mercado e em apenas alguns dias as residências estarão recebendo a água nas torneiras de suas casas”, coloca.

A Gerência de Recursos Hídricos identificou e retirou ainda 14 ligações clandestinas entre o poço e o reservatório que faz toda a distribuição do sistema. Com a ação, o reservatório passou a encher e portanto a distribuir água normalmente a todas as ligações, atendendo normalmente à comunidade.

Sobre o assunto, o Gerente de Recursos Hídricos informa que possui uma lista com os nomes dos responsáveis pelas ligações que pervertiam o sistema em benefício próprio, prejudicando o restante da comunidade, aproximadamente 100 famílias. “Caso seja necessário, encaminharemos ao Ministério Público estes nomes, uma vez exauridas todas as ações administrativas da Prefeitura Municipal de Corrente”, enfatizou.

Para que uma maior quantidade de moradores receba água em suas residências, será necessário ainda que a comunidade se conscientize sobre a necessidade de utilizar a água de forma racionada, já que o poço foi perfurado inicialmente para abastecer um número bem menor de famílias. “Será preciso que a comunidade não desperdice a água que está sendo fornecida, evitando molhar plantas e dar de beber aos rebanhos, caso contrário, mesmo com uma rede nova, a água não será suficiente para todos”, enfatiza Osvaldo.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp