17/09/2014 às 08h06min - Atualizada em 17/09/2014 às 08h06min

Pacto pelo Piauí é lançado em Teresina e prevê PIB de R$ 70 bilhões

Elmano Férrer, Wellington Dias, e Margarete Coelho acompanharam o lançamento do projeto

Ascom

Aconteceu, nesta segunda-feira, dia 15, o lançamento do Pacto pela Aceleração do Crescimento do Piauí – Acelera Piauí, na Associação do Pessoal da Caixa Econômica Federal (APCEF), zona leste de Teresina. Os candidatos ao Senado, Elmano Férrer (PTB), ao governo, Wellington Dias (PT), e a vice, Margarete Coelho (PP), além de prefeitos, vice-prefeitos, lideranças, candidatos a deputados estaduais e federais e militantes acompanharam o lançamento do projeto.

 O “Pacto Pelo Piauí – Acelera Piauí” é um programa de desenvolvimento de Estado, que o planeja por um período de 10 anos. Trata-se de um conjunto de obras, serviços e outra opções resultantes da parceria entre os Governos Federal, Estadual e Prefeituras Municipais, para que um decênio (2015-25) haja indicadores sociais e econômicos que coloquem o Estado e os municípios em elevado grau de desenvolvimento humano.

O projeto tem como objetivos e metas duplicar o Produto Interno Bruto do Estado, chegando a R$ 70 bilhões, elevar à expectativa de vida de 75 anos, elevar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) em 0,8 (alto).

“Sou feito a desafios. Quando fui prefeito disse que não ia brincar e não brinquei. Eu aceitei esse desafio e assumo o compromisso com todos vocês de trabalhar pelo Piauí. Não estou brincando em candidatura. Coloco à disposição do Estado a minha experiência e meu trabalho. Estou pronto para ajudar nosso Piauí”, afirmou Elmano Férrer.

 O plano tem como eixos, obras para o desenvolvimento econômico como grandes obras de infraestrutura, sobretudo nas áreas de transportes, energia, grandes barragens, e também obras de mobilidade urbana em Teresina e nas maiores cidades do Estado.  O Pacto prevê também obras para o desenvolvimento social, incluindo investimentos de todo porte nas áreas da educação, qualidade de vida e bem-estar, saúde, habitação, saneamento e abastecimento de água.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp