30/05/2015 às 23h16min - Atualizada em 30/05/2015 às 23h16min

Servidores do IFPI Corrente paralisam atividades por um dia e realizam manifestação

Segunda-feira (1º) haverá nova reunião para decidir sobre adesão definitiva à greve nacional

Portal Corrente

Servidores do Instituto Federal do Piauí, Campus de Corrente, paralisaram suas atividades nesta sexta-feira (29), aderindo ao movimento nacional de greves que atinge universidades e institutos federais por todo o país.  O Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN) havia anunciado o início da greve após o dia 16 de maio, mas foi somente nesta quinta-feira, 28, que as instituições deflagraram o processo nos 26 estados da federação.

Após discussão realizada em reunião no início do dia, servidores reuniram-se com o corpo discente e apresentaram a pauta de reivindicações, que inclui equidade nos benefícios para os servidores federais, melhoria da carreira docente, suporte para o desenvolvimento de atividades de ensino, pesquisa e extensão e melhorias para o Campus de Corrente, que nem sempre dispõe de verbas para suprir as necessidades de ensino.

A greve também protesta contra o corte de verbas para a Educação, no valor de R$ 9,42 bilhões no orçamento do MEC, anunciado pelo Governo Federal. “Não se trata apenas de uma luta por melhoria salarial, mas também por uma educação de qualidade. Se queremos uma pátria educadora, devemos incentivar os profissionais envolvidos no ensino e não fazer corte de verbas indevidos”, coloca um dos docentes.

Cartazes e faixas foram confeccionados após a reunião com os discentes e uma caminhada foi realizada, a partir das 16h30, saindo do Instituto Federal, percorrendo as principais ruas da cidade até a Praça Joaquim Nogueira.

Na próxima segunda-feira (1º) os servidores voltam a reunir-se para decidir sobre a adesão definitiva à greve nacional, que se confirmada deverá iniciar após a realização do II Simpósio de Gestão Ambiental do Piauí (II SIMGEAPI), entre os dias 1º e 3 de junho.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp