08/06/2015 às 16h10min - Atualizada em 08/06/2015 às 16h10min

Governo discute convênios e obras com o presidente da Codevasf

Encontro dos gestores tratou da retomada e conclusão de obras de abastecimento de água no Piauí

CCOM

Com o objetivo de promover a integração da bancada federal e dos órgãos federais com o Governo do Estado do Piauí e a sociedade, o governador Wellington Dias recebeu, na manhã desta segunda-feira (8), o presidente da Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), o piauiense Felipe Mendes; o superintendente da Codevasf/Piauí, Inaldo Guerra, e autoridades ligadas ao Governo. 

Segundo o governador Wellington Dias, o encontro visa discutir convênios do Estado com a Codevasf no sentido de estabelecer um cronograma de obras a serem realizadas, dando prioridade as que já estão em andamento ou em fase final. "Temos articulado com a bancada federal para garantir recursos para irrigação e revitalização das bacias. Estamos trabalhando a PEC que cria o programa e o fundo para irrigação. É importante criar um fundo de 15 bilhões, para o período de cinco anos, para ser utilizado em programas de irrigação", ressalta Wellington.

O governador destaca ainda a necessidade de se promover um plano de segurança ambiental, hídrica e econômica e a inclusão de projetos de manejo de águas e irrigação no Plano Plurianual do Estado. Dias também chama a atenção para a necessidade da conservação e gestão de recursos hídricos, com foco no estabelecimento de um plano para resolver a situação emergencial e gerar uma solução definitiva para o problema da falta de água nos municípios do Estado.

“Precisamos universalizar a segurança em abastecimento de água para consumo humano e animal, criação de peixes e irrigação. É importante criar um mapa do carro-pipa para definir os municípios que necessitam de abastecimento e garantir que sejam 100% abastecidos. Queremos possibilitar qualidade de vida para a população rural”, garante o governador.  

O presidente da Codevasf, Felipe Mendes, destaca que o estado tem muitas obras em fase de projetos e em andamento, dentre elas barragens em fase de execução, como a Barragem de Atalaia; o Programa de Esgotamento Sanitário e a revitalização das nascentes do rio Parnaíba. “Temos dois tipos de problemas: o imediato, que é a execução das barragens de Atalaia e de Tinguis, e em longo prazo, com projetos de irrigação e o manejo de recursos hídricos”, frisa Mendes.

O superintendente da Codevasf/ Piauí, Inaldo Guerra, revela que o órgão está estudando um eixo de irrigação para o estado com a construção de adutoras e a destinação da água das barragens; a retomada do projeto de irrigação Marrecas-Jenipapo e um plano em longo prazo para construir várias pequenas barragens para abastecimento e piscicultura.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp