28/08/2015 às 16h56min - Atualizada em 28/08/2015 às 16h56min

Audiência sobre assassinato da professora Cristiane é cancelada por ausência de um dos acusados

Penitenciária alega falta de veículo e de recurso humano para transporte de preso. Acusados podem ser soltos.

Portal Corrente

A primeira audiência sobre o assassinato da professora Cristiane Melo da Cunha, ou audiência de instrução, marcada para acontecer no dia 19 de agosto no Fórum da Comarca de Corrente, foi cancelada. O motivo foi o não comparecimento de um dos réus, a acusada Elida Pereira da Silva, que se encontra presa da Penitenciária Feminina de Teresina.

A ré não pôde ser conduzida à audiência em virtude de não haver veículo e recurso humano disponível na data, conforme comunicação da penitenciária ao juiz da comarca.

A professora Cristiane Melo da Cunha foi executada no dia 16 de outubro de 2014 com dois tiros pelas costas em seu comércio, uma mercearia localizada no bairro Morro do Pequi. Após  as investigações, comprovou-se que o autor dos disparos foi Emannuel dos Santos Soares, que se encontra preso na penitenciária de Bom Jesus, e que Élida Pereira da Silva teria participação no crime.

Embora não tenha confessado, foi constatado que além bancar as despesas de hotel de Emmanoel na cidade, a empresária teria levado o assassino um dia anterior no comércio de Cristiane, conforme relatos de testemunhas, e apresentado à vítima.

Com a ausência de uma das partes envolvidas, a audiência não pode ser realizada, tendo sido remarcada para o dia 29 de setembro.

Caso a nova audiência não aconteça, os acusados podem responder o processo em liberdade, já que a lei estabelece prazo para a audiência de instrução. Não seria a primeira vez que presos com alto grau de periculosidade fossem soltos por expiração do prazo, já que as penitenciárias não tem enviado os presos às audiências com certa frequência, sob a alegação de falta de recursos. O Secretário Estadual de Justiça, Daniel Oliveira, não quis se pronunciar sobre o caso.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp