03/09/2015 às 14h48min - Atualizada em 03/09/2015 às 14h48min

Secretaria de Desenvolvimento Rural de Corrente inicia implantação do Programa Secretaria Eficiente

Extenso banco de dados possibilitarão a elaboração de projetos de modernização da agricultura

Ascom

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural de Corrente, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, realizaram uma reunião, na manhã desta quarta-feira (02/09), para dar início à implementação do Programa Secretaria Eficiente. Para apresentar as primeiras medidas de ordem prática, participou da reunião o  Consultor do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), Gustavo Bevilacqua.

Ricardo Lago, Gerente  de Apoio ao Produtor Rural de Corrente, explica que a iniciativa para implementação do programa foi do próprio município, a partir de um entendimento com o Superintendente Estadual de Agronegócio, Filemon Nogueira, que intermediou o contato entre a secretaria e o SENAR.

O programa consiste em viabilizar, com base em dados estatísticos da zona rural do município, a elaboração de projetos junto às esferas federal, estadual e até mesmo no próprio município, facilitando a arrecadação de recursos que possibilitarão a modernização da agropecuária.

“O passo primordial para a implementação do programa é o senso total da zona rural do município, desde quantos estabelecimentos agropecuários, quantidade de animais, produção de ovos, a situação da agricultura familiar, incluindo as suas perdas, a horticultura, endividamentos, linhas de créditos que estão atuando no setor rural, o transporte, a educação, quantidade de escolas, numero de analfabetos da zona rural, a ocupação do produtor rural, se está desocupado, o êxodo rural, quantos homens e mulheres habitam no setor rural, na área da saúde, como está sendo conduzida, o controle e a prevenção de doenças como a Leischmaniose”, informa Ricardo.

Ainda são feitos os levantamentos sobre o uso de defensivos, a programação para uma central de recebimento de vasilhames de produtos tóxicos, na área do meio ambiente, a situação das nascentes e rios que abastecem o município;  a bacia leiteira, a situação da produção, se há necessidade de ampliar, entre muitas outras informações que já estão coletadas.

 “A exceção de Teresina, nenhum outro município piauiense tem as informações 100% tabuladas como o nosso”, destaca.

Até o mês de dezembro, A SEMDER pretende realizar um fórum intermunicipal de desenvolvimento rural, durante o qual será apresentada  a implantação do primeiro plano plurianual de agricultura do município de Corrente. “Com base nesse plano, qualquer proposta ou projeto para o município será melhor elaborado. É um trabalho que vem sendo desenvolvido há dois anos”, reforça Ricardo.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp