03/10/2015 às 11h21min - Atualizada em 03/10/2015 às 11h21min

Projeto de lei propõe psicólogos na rede estadual de ensino

Entre as atribuições do profissional na escola, o projeto de lei destaca a atenção especial à identificação de comportamento antissocial relacionados a problemas de violência doméstica; assédio escolar (bullying); abuso sexual e uso de drogas

Alepi

Preocupado com o índice de evasão escolar, o deputado Rubem Martins (PSB) propõe a presença de profissionais de psicologia nas escolas de ensino infantil, fundamental e médio do estado do Piauí.

 

De acordo com o parlamentar, a presença do psicólogo escolar facilitará o acompanhamento da rotina dos alunos, observância de mudanças de comportamento nas suas primeiras manifestações. “Essa presença constante é fundamental para estabelecer laços de confiança, inclusive com pais e responsáveis”, avalia.

 

Entre as atribuições do profissional na escola, o projeto de lei destaca a atenção especial à identificação de comportamento antissocial relacionados a problemas de violência doméstica; assédio escolar (bullying); abuso sexual e uso de drogas. O projeto de lei propõe ainda a atuação do psicólogo junto às famílias, corpo docente e discente através de intervenções sócio educativas e preventivas.

 

Para Rubem Martins as drogas, alcoolismo, famílias desestruturadas têm sido fatores que impedem o bom desenvolvimento escolar, por isso a importância de oferecer alternativas para a construção de um novo ser no espaço escolar, familiar e na sociedade.

 

“O profissional de psicologia tem um papel preponderante nas sociedade, instituições, principalmente na atualidade, onde os índices de violência tem afetado o aluno em seus espaços de convivência”, justifica.

 

A matéria atribui a Secretaria Estadual de Educação e Cultura SEDUC a responsabilidade de coordenar a inserção dos profissionais de psicologia nas escolas públicas da rede estadual de ensino (I.M)

 



Edição: Caio Bruno

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp