06/11/2015 às 16h52min - Atualizada em 06/11/2015 às 16h52min

Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa debate projeto da Polícia Militar

Projeto prevê um efetivo de 15.516 homens até 2018

Alepi

Aconteceu hoje (05) a segunda reunião da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, sob a presidência do deputado Firmino Paulo (PSDB) com representantes do Governo do Estado e representantes das associações da Polícia Militar onde foi discutida a proposta da Lei Orgânica da PM e do Corpo de Bombeiros do Estado do Piauí.


Segundo o deputado Firmino Paulo “esse projeto deverá ser analisado pelos representantes do Executivo estadual”.


O presidente da Associação dos Oficiais da PM , Cel. Carlos Pinho, afirmou que o projeto prevê um efetivo de 15.516 homens até 2018. Traz detalhes da redistribuição da tropa, onde prevê 16 policiais para alguns municípios, um plano de promoções dos militares. Hoje, o efetivo é de 5.800 homens.Para o deputado Robert Rios “trata-se de um diagnóstico da situação atual da PM porque, militar não tem competência para apresentar projeto”. É a realidade de hoje. Segundo a proposta, está definido a criação de mais um Batalhão para Teresina. Tudo para os próximos 15 anos.


Realidade – Numa rápida exposição para os deputados o Cel. Carlos Pinho disse que a lei vigente é de 1977, quando a realidade do Piauí era outra. O Estado tinha apenas 119 municípios.
 

 

 

 

Emerson Brandão - Edição: Katya D'Angelles


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp