07/02/2016 às 14h22min - Atualizada em 07/02/2016 às 14h22min

Robert cobra dados da Segurança e diz que convocará delegado geral

O deputado disse em discurso na tribuna que o governo Wellington Dias (PT) é mistificador ou paranoico

Alepi

O deputado Robert Rios (PDT) disse em discurso na tribuna que o governo Wellington Dias (PT) é mistificador ou paranoico, pois trouxe 80 homens da Força Nacional para dar segurança ao Estado, e agora está cedendo 150 policiais para a mesma força, durante as Olimpíadas do Rio de Janeiro. 

Sobre o número de assassinatos em Teresina, ele disse ter solicidado informações ao Delegado Geral, mas até agora não foi atendido. Anunciou que se não tiver resposta até o carnaval, pediará a convocação do mesmo para debater o assunto. Robert Rios destacou as estatísticas que apontam Teresina entre as 50 cidadedes mais violentas do mundo, ressaltando que os dados saíaram exatamente no primeiro ano do atual mandato do govedrnador Wellington Dias. 

Ele citou vários casos de homicídios no centro da cidade, entre eles o de um motorista de táxi que trabalhava no jornal O Dia e foi abatido no centro da cidade, por um jovem que andava armado. Ele citou publicação de um portal de Teresina, que lembrou afirmação do atual secretário de Segurança, de que taxista não seria mais assassindo em Teresina. Referindo-se ao governo federeal, o deputado disse que a presidednte Dilma foi reeleita num clima de hipinotismo generalizado, e hoje não tem condições nem de combater mosquitos. 

Voltando ao Governo, ele disse que o governador Wellington Dias afirmou na reabertura da Assembleia que fará um investimento de R$ 70 bilhões, valor duas vezes superior ao PIB. Ele ironizou, indagando se vão mandar para o Piauí os recursos roubados da nação. 

Aparte - O deputado Marden Menezes (PSDB) concordou com o orador em relação à violência, afirmando que a criminalidade explodiu nas gestões petistas, principalmente nas cidades mais distantes do eixo Rio/Paulo. Sobre Dilma Rousseff, ele disse que ela não tem mais condições para governar o país. Maden confirmou a indicação de Robert Rios para a liderança do bloco formado pela oposição. Também o deputado Dr. Pessoa (PSD) ofereceu um aparte, para dizer que estranha o Congresso Nacional não se manifestar, contra ou a favor, sobre a CPMF. Considerou a presidente Dilma sem capacidade para governar, mas disse considerar que parte da oposição é pior que ela. 

Depois de pedir que a presidente deixe o cargo, ele prometeu, caso se eleja prefeito de Teresina, renunciar ao mandato, se perceber que lhe falta capacidade para governar. Robert Rios concluiu seu pronunciamento prometendo percorrer todos os municípios do Estado para desmistificar o PT, já quer Teresina é a única trincheira que não se deixou cooptar, graças à lição deixada pelo ex-prefeito Wall Ferraz. O próprio Wellington Dias foi derrotadod, com grande desvantagem, disse o orador. Repórter: Raimundo Cazé.

 

Durvalino Leal - Edição: Katya D'Angelles

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp