02/12/2017 às 16h36min - Atualizada em 02/12/2017 às 16h36min

Ex-prefeito de Curimatá é condenado a 4 anos de detenção

José Arlindo também está inabilitado, pelo prazo de 5 anos, para o exercício de cargo ou função pública, eletivo ou de nomeação

O juiz federal Jamyl de Jesus Silva, da Vara Única de Corrente, condenou o ex-prefeito de Curimatá, José Arlindo da Silva Filho, a 4 anos e 6 meses de detenção, em regime semiaberto, por desvio de dinheiro público. A sentença foi dada em 18 de novembro deste ano.

Segundo denúncia do Ministério Público Federal, José Arlindo desviou parte dos recursos do FUNDEB, no valor de R$ 70 mil,  mediante pagamento de obras não executadas pela empresa Astra Projetos e Construção Ltda.

Ainda de acordo com o MPF, no mesmo período (entre fevereiro e dezembro de 2009) o ex-prefeito dispensou licitação fora das hipóteses previstas em lei. Sendo que nesse último caso, o valor superou R$ 384 mil, dos quais 70 mil foram destinados a reforma de uma escola, serviço a ser executado pela empresa citada anteriormente, além de outros destinos citados.

Além da pena privativa de liberdade, o ex-prefeito foi condenado à inabilitação, pelo prazo de cinco anos, para o exercício de cargo ou função pública, eletivo ou de nomeação.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp