08/10/2020 às 20h15min - Atualizada em 08/10/2020 às 20h15min

Governo realizará manutenção e conservação de mais de 4 mil km de rodovias

As rodovias que ligam Redenção/Curimatá/Corrente serão contempladas

Redação
PI 255, entre Parnaguá e Corrente, será uma das contempladas (Foto: Facebook Portal Corrente 24 horas)

O Governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), determinou a recuperação de praticamente toda a malha viária de rodovias estaduais. As ordens de serviços já foram expedidas, autorizando a manutenção e conservação de 4.000 quilômetros de rodovias em todas as regiões do Piauí.

“Faremos operações tapa-buracos, roço e pequenos reparos, devolvendo as condições de trafegabilidade”, afirma o diretor-geral do DER, Castro Neto. Estão autorizadas intervenções nas PIs 112 (Teresina/União), 113 (Teresina/José de Freitas), 130 (Teresina/Palmeirais), 116 (Luís Correia/Coqueiro), além do trecho que liga Palmeirais a Amarante.

O governador Wellington Dias autorizou ainda a restauração completa de 2.000 km de estradas consideradas eixos principais do estado, onde o fluxo é mais intenso.

As rodovias que ligam Redenção/Curimatá/Corrente; Regeneração/ Tanque/Oeiras/Simplício Mendes; Teresina/José de Freitas/Cabeceiras/Barras até Luzilândia, receberão camada nova de revestimento.

O Piauí tem 6,5 mil km de malha viária. Segundo o DER, há 20 anos eram apenas 1.500 km de rodovias estaduais e 66 cidades ligadas por asfalto. Atualmente, 223 municípios tem acesso asfaltado. A excessão é Morro Cabeça no Tempo, pra onde já existe uma ordem de serviço autorizando a pavimentação asfáltica.

“A meta é termos todos os municípios ligados por asfalto no Piauí. Até 2021, alcançaremos a marca”, estabeleceu Castro Neto.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp