08/09/2014 às 22h33min - Atualizada em 08/09/2014 às 22h33min

Advogado agressor de Corrente é intimado por lesão corporal e lei Maria da Penha

Com socos e pontapés Francisco Wellington Silva Lopes agrediu irmã

Viviane Setragni

O advogado Francisco Wellington Silva Lopes, que defende o ex-prefeito Benigno Ribeiro e é casado com a irmã do ex-gestor de Corrente, foi intimado pelo Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher da Comarca de Teresina. A vítima é sua própria irmã, de acordo com a Ação Penal n° 0017993-66.2011.8.18.0140

De acordo com os autos, no dia 15 de outubro de 2011, por volta das 21:30h, o acusado praticou violência doméstica contra a vítima Ana Karine Silva Lopes, sua irmã. Segundo os relatos, no dia do ocorrido a vítima encontrava-se em sua residência, dormindo, quando escutou um barulho e acordou. Ela presenciou uma discussão entre o acusado e sua esposa e pediu para que ele parasse de brigar. O acusado, muito alterado, passou a proferir xingamentos e agredi-la fisicamente, com socos e pontapés, comprovados em Laudo de Exame Pericial.

Francisco Wellington Silva Lopes incorreu no crime previsto no artigo 129, art.9° e 140 do Código Penal (Lesão corporal e Injúria), combinados com os artigos 5°, I, II e III e 7°, II da lei n° 11.340/2006 (Violência Doméstica)

O acusado não é mais réu primário e tem diversas acusações no município de Corrente por ameaças e agressões físicas, tornando-se evidente a ameaça que representa à sociedade.

Já foram vítimas do agressor o ex-Superintendente de Esportes de Corrente, Nizomar Rocha Barros, com ameaças de morte, detido inclusive portando soco inglês durante audiência no Juizado Especial, além de ameaçá-lo em diversos outros momentos.

O Dr. Hamilton Pacheco Cavalcanti Júnior, advogado, também foi ameaçado e agredido fisicamente. Cristiano Setragni, repórter fotográfico, afirma que sofre ameaças indistintamente, seja no supermercado, seja em bares em restaurantes; onde quer que o encontre passa pelo constrangimento, além de ter sido agredido dentro do campus da UESPI, conforme boletim de ocorrência.

Caso Francisco Wellington Silva Lopes seja condenado na ação penal referente à agressão contra a irmã, poderá pegar de 3 meses a um ano de detenção (art.129 do Código Penal).

A Carta Precatória de Citação, referente a Ação Penal n° 0017993-66.2011.8.18.0140 foi enviada para Comarca de Corrente no dia 07 de agosto de 2014. O acusado tem prazo de 10 dias para se defender, a partir da data do recebimento.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp