18/09/2014 às 07h23min - Atualizada em 18/09/2014 às 07h23min

Secretaria Municipal de Saúde e Saneamento de Corrente realiza campanha nas escolas do município

Equipe técnica da Secretaria Estadual de Saúde acompanha os trabalhos

Ascom

A Secretaria Municipal de Saúde e Saneamento de Corrente, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, conjuntamente com a Secretaria Estadual de Saúde do Estado do Piauí realizam durante esta semana uma ação nas escolas para identificação de possíveis casos de tracoma nos estudantes, na campanha nacional “Hanseníase, Verminoses e Tracoma têm cura. Faça essa lição de casa e proteja-se”, promovida pelo Ministério da Saúde.

Mônica Diane Nogueira, Gerente do Programa de Saúde na Escola, afirma que as ações junto aos estudantes tiveram início já na última semana. “Iniciamos a campanha na semana passada com as ações contra hanseníase e a verminose, e nesta semana, com a vinda dos técnicos, estamos realizando a ação para identificação do tracoma. Apesar de Corrente não possuir o perfil preconizado pelo Ministério da Saúde para a realização da campanha, o município fez questão de aderir à campanha nacional”, explica Mônica.

A Gerente de Programas e Coordenadora Municipal do Programa de Hanseníase e Tuberculose, enfermeira Tânia Maria Alves, esclarece que com a ação será possível identificar qual a incidência dos casos no município, principalmente sobre os casos de tracoma. “Há muitos anos não é realizada nenhuma ação para identificação do tracoma no município e não tínhamos a menor noção sobre a ocorrência ou não da enfermidade. A partir dos resultados obtidos nesta campanha será possível identificar se a enfermidade está realmente erradicada ou não”, coloca.

Ao total seis escolas foram selecionadas para realização da ação e até o início da tarde desta quarta-feira (17), cinco casos de tracoma já haviam sido identificados. As crianças que apresentarem a enfermidade farão o tratamento médico nas unidades de saúde do município e em seis meses está previsto o retorno dos técnicos para uma nova avaliação.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp