18/09/2014 às 16h25min - Atualizada em 18/09/2014 às 16h25min

Suspeito de abusar 30 mulheres sofre tentativa de morte dentro da prisão

Preso foi encontrado amarrado e amordaçado dentro da Casa de Custódia. Agressores de suspeito tentaram fugir cavando túnel de 1,5 metro.

G1

O suspeito de assaltar e estuprar pelo menos 30 mulheres em Teresina sofreu na madrugada desta quinta-feira (18) uma tentativa de homicídio dentro da Casa de Custódia, onde ele aguarda decisão judicial. O preso foi encontrado por agentes penitenciários em uma das celas do pavilhão I amarrado e amordaçado.

"No pavilhão onde ele estava existe duas celas com 13 presos que cometeram crimes gravíssimos e são ameaçados de morte. Durante a madrugada os agentes perceberam uma movimentação entre os detentos e resolveram fazer uma vistoria no local e acabaram encontrando o suspeito neste estado", relatou o diretor administrativo do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí, Kleiton Holanda.

Cleiton Holanda fala sobre rebelião na Casa de Custódia em Teresina (Foto: Catarina Costa/G1)

Cleiton Holanda fala sobre rebelião na Casa de Custódia em Teresina (Foto: Catarina Costa/G1)

Para Kleiton Holanda, suspeito não tem condição
de ser mantido em presídio (Foto: Catarina Costa)

Segundo o representante do Sinpoljuspi, o detento chegou a ser agredido, mas não sofreu abuso sexual, já que a intenção era matá-lo. "Ele foi levado para a parte administrativa do presídio, onde deve escolher se registra boletim de ocorrência contra os seus agressores e diz se quer fazer exame de corpo delito", revelou.

Para o diretor administrativo Kleiton Holanda, o preso não tem condições de continuar na Casa de Custódia ou em qualquer outro presídio do Piauí. "Aqui ele será sempre ameaçado e correndo risco de vida. Desta vez os agentes conseguiram intervir e nada de grave aconteceu, mas quem garante depois?", declarou.

Tentativa de fuga
Após serem descobertos e temendo uma punição pela tentativa de homicídio, os presos do pavilhão I cavaram um túnel de 1,5 metro para fugir do presídio. No entanto o buraco foi encontrado pelos agentes embaixo da cama de uma das celas.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp