28/05/2015 às 12h05min - Atualizada em 28/05/2015 às 12h05min

Assaltante é morto em troca de tiros com a PM em Parnaguá

Bandidos explodiram caixa eletrônico e foram surpreendidos pela chegada da polícia

Portal Corrente

A população da pacata cidade de Parnaguá foi surpreendida, na madrugada desta quinta-feira (28), pela ação de criminosos que explodiram o caixa eletrônico do Banco Bradesco. Segundo relato de moradores da cidade, por volta das 1h20 da madrugada o fornecimento de energia elétrica foi suspenso e logo em seguida um estrondo foi ouvido por toda a cidade.

De acordo com o Major Marcos Antonio Hortêncio dos Santos, Comandante do 7º Batalhão de Polícia Militar de Corrente, os policiais militares, ao realizarem a ronda, já haviam constatado uma movimentação em frente ao banco e assim que ouviram o estrondo foram para lá imediatamente, onde surpreenderam dois elementos, dentro do recinto, pegando dinheiro.

“Logo os policiais deram voz de prisão e foram recebidos a bala. Houve uma intensa troca de tiros, onde um dos bandidos foi alvejado e um policial militar levou um tiro de raspão. O outro bandido conseguiu fugir durante a ação e abandonou uma moto na estrada que liga Parnaguá à Curimatá. Na percussão de Parnaguá à Corrente o bandido ferido morreu”, relatou o Major. O assaltante morto em decorrência da ação chamava-se Ênio Pereira de Sousa. Com ele foram encontrados aproximadamente R$ 22 mil reais em dinheiro, além de notas de dinheiro queimadas. O cabo Marques, ferido por uma bala de raspão no tiroteio, foi atendido no Hospital Regional de Corrente e passa bem.

Ainda durante a madrugada, por volta das 3h30, outros três suspeitos que vinham de carro foram presos em uma barreira policial, surpreendidos com aproximadamente R$ 9 mil reais em dinheiro nos bolsos, sendo um deles já conhecido por diversas contravenções, além de ser irmão do assaltante morto. São eles Hoberlândio Pereira Próspero, mais conhecido como Obek, irmão de Ênio Pereira de Sousa; Emerson de Sousa Santos, também conhecido como Paçoca e Gilvan Moreira Duarte, os quais foram encaminhados à 10ª Delegacia Regional de Corrente, onde encontram-se presos. Ainda não se sabe o paradeiro do fugitivo.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp