01/08/2013 às 14h43min - Atualizada em 01/08/2013 às 14h43min

Diretora do Hospital Regional de Corrente fala a respeito das críticas sobre nomeação do cargo

Samara Sá afirma que o cargo é de confiança, portanto de livre escolha do governador

Portal Corrente

Uma das candidatas à direção do Hospital Regional de Corrente, Julia Maria de Assis, esteve junto à mídia nesta última semana questionando quais seriam os critérios utilizados para avaliar os candidatos ao cargo.  Ela denuncia principalmente a questão política, pois ao ver-se desclassificada afirma que o seu currículo é melhor que o de sua concorrente e que portanto seria injusta a nomeação da outra candidata.

O fato é que o teste seletivo tem por objetivo apenas avaliar se o candidato é realmente apto. Em muitas cidades, foram classificados mais de um candidato, cabendo ao governador nomear aquele que julgue mais adequado.

A atual diretora do Hospital Regional, Samara Sá, afirma que à Comissão cabe apenas fazer uma avaliação técnica. “Quem faz a nomeação é o governador, pois trata-se de um cargo comissionado, de confiança. Ele tem a prerrogativa de nomear ou exonerar. Da mesma forma que hoje eu sou diretora amanhã eu posso amanhecer não diretora”, afirma Samara.

Baseando-se na declaração de Samara Sá, o teste seletivo teria como principal função avaliar as condições técnicas mínimas dos candidatos, ficando a critério do governador indicar o escolhido, independentemente da colocação o candidato ficou. Há municípios em que mais de um candidato se classificaram, como em Campo Maior, disputado inclusive por Samara, que passou pela mesma banca de Júlia, onde três candidatos estão aptos a ocupar o cargo.

Com relação à avaliação em si, Samara afirma: “Eu não vou entrar no mérito da questão da seleção e da avaliação, porque tem uma comissão extremamente qualificada para isto. Nós fomos à mesma banca, formada pelo Dr. Pedro, representando a SESAPI, e a Dra. Francisca, professora da UESPI. Foram eles quem fizeram a avaliação e cabe à eles dar a pontuação que cada um tem por mérito. Não entendo por que a polêmica, não há o que ser questionado”, enfatiza.

Até o momento nenhum dos diretores classificados foi nomeado. Como colocado em reportagem anterior a respeito do assunto, cogita-se ainda a permanência da atual diretora no cargo. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp