04/08/2013 às 20h38min - Atualizada em 04/08/2013 às 20h38min

Acadêmicos de Pedagogia/PARFOR de Corrente visitam fazenda em aula de campo

A aula foi realizada como atividade da disciplina Ensino de História ministrada neste mês de julho

UESPI

Alunos do curso de Licenciatura Plena em Pedagogia, do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica - PARFOR, do Campus Corrente da Universidade Estadual do Piauí – UESPI, realizaram como atividade da disciplina Ensino de História ministrada neste mês de julho, visita técnica à Fazenda Mocambo, localizada na zona rural do município de Parnaguá-Piauí.

A visita técnica proporcionou aos estudantes observar o museu-capela construído sobre os escombros da antiga igreja que existia no local até 1919, data de sua demolição. No local é possível observar diversos instrumentos de relevante valor histórico e cultural, como peças de porcelanas, sino, ex-votos, brasões de diversas famílias, além dos túmulos e lápides dos antigos proprietários, o Barão de Gurgueia e seus familiares.

Durante a elaboração e execução da proposta os alunos discutiram diversos aspectos pedagógicos da disciplina de História, além de conceitos fundamentais, tais como: memória, patrimônio histórico, história oral, tradição, cultura, escravidão, preservação patrimonial, dentre outros. Também foi possível compreender algumas metodologias possíveis para a realização de atividades pedagógicas fora do ambiente escolar.

Acompanhados pelo professor da disciplina, Laécio Barros Dias, e pelo historiador e curador do museu-capela da Fazenda Mocambo Edílson de Araújo Nogueira, os alunos visitaram, além da capela, o antigo tronco dos escravos, as ruínas da casa grande, o cemitério e igreja das Almas e o cemitério dos escravos.

Para a estudante Nizete Rodrigues de Carvalho, a experiência da elaboração e execução de uma proposta de visita técnica na modalidade aula de campo, serviu para agregar conhecimentos pedagógicos essenciais para a sua prática profissional. “A aula de campo serviu para ampliar meus conhecimentos sobre a história de minha terra e me ajudará a elaborar propostas semelhantes para ser executadas com meus alunos da rede municipal de Corrente onde eu atuo como professora”, comentou Nizete.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp