20/08/2013 às 07h59min - Atualizada em 20/08/2013 às 07h59min

Corrente não é contemplada com programa Mais Médicos

Secretário diz que a esperança em contratar médicos estava no programa

G1

Corrente é um dos municípios piauienses que não foram contemplados na primeira chamada do Programa Mais Médicos, do Ministério da Saúde. Em fevereiro deste ano, o prefeito de Corrente, Jesualdo Cavancanti, fez um apelo nas redes sociais para contratar médicos e, mesmo com salário de R$ 8.500 nenhum candidato apareceu. Segundo o secretário municipal de saúde, Edvaldo Cavalcante, a esperança em contratar profissionais estava no programa do governo federal, mas isso não acontecerá por enquanto.

“Tínhamos a esperança de que com este programa do governo federal algum médico seria destinado para nossa cidade, mas nossas expectativas caíram após o resultado dessa terça-feira (6). Agora nos resta esperar pela segunda convocação que deve sair no dia 15 de agosto”, relata Edvaldo o secretário.

Os 23 médicos piauienses que participarão do programa foram distribuídos em 20 cidades, sendo que Teresina, Miguel Alves e Parnaíba receberão dois profissionais cada, já os outros municípios ficarão somente com um profissional.

Prefeito faz apelo através do seu perfil na rede social  (Foto: Reprodução/Facebook)

Prefeito faz apelo através do seu perfil na rede social (Foto: Reprodução/Facebook)

Prefeito fez apelo através do seu perfil na rede social (Foto: Reprodução/Facebook)


Em Corrente há apenas 12 médicos para atender uma população de 25.574 habitantes. “Não temos condições de atender toda a população. Somos apenas nove médicos no Programa Saúde da Família e três profissionais que atendem no Núcleo de Assistência à Família. Aqui ainda tem uma vaga disponível para médico no PSF”,  afirma o secretário.

De acordo com a determinação da Organização Mundial de Saúde (OMS), os municípios devem contar com pelo menos um médico para cada mil habitantes. Na cidade, a média normal é de um médico para 1.950 habitantes e, atualmente, a média está de um médico para 3.100 moradores.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp