26/12/2017 às 15h17min - Atualizada em 26/12/2017 às 15h17min

Justiça decreta prisão preventiva de Vianês Pereira Lustosa

Acusado será transferido para a penitenciária de Bom Jesus nos próximos dias. A morte da ex-companheira aconteceu na frente dos filhos da mãe da vítima.

Portal Corrente

A justiça converteu, nesta terça-feira (26), a prisão temporária de Vianês Pereira Lustosa em prisão preventiva. Ele é acusado de feminicídio ao matar com dois tiros pelas costas Miquesia Silva de Carvalho, 27 anos, na noite do último domingo, véspera de Natal. Ele foi preso momentos após o crime, enquanto fugia de carro com os três filhos do casal.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Yure Saulo de Oliveira Aranha, o acusado permaneceu em silêncio durante o depoimento, direito assegurado pela Constituição. Apesar disso, o crime foi testemunhado pela mãe da vítima e pelos três filhos do casal, não deixando dúvida sobre a autoria.

A morte de Miquesia, com dois tiros pelas costas, deixou a cidade de Corrente comovida. Familiares da vítima afirmam que o casal havia rompido o relacionamento há poucos dias e que Miquesia era constantemente ameaçada pelo ex-companheiro. 

Ainda de acordo com o delegado, com a autoria do crime definida o caso em breve será relatado e  futuros expedientes em relação ao autor do feminicídio serão definidos pela justiça. O acusado será transferido para a penitenciária de Bom Jesus nos próximos dias.

 

Notícia relacionada:

FEMINICÍDIO: mulher é morta pelo companheiro com dois tiros pelas costas em Corrente

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp