24/08/2019 às 10h27min - Atualizada em 24/08/2019 às 10h27min

Vereadores rejeitam contas do ex prefeito Moisés Lemos e cassam direitos políticos por 8 anos

Portal Corrente, com informações do Portal Corrente é Notícia
A Câmara de Vereadores de Cristalândia do Piauí reprovou as contas dos anos de 2003 e 2004, da gestão do ex-Prefeito Moisés Cunha Lemos, cassando ainda seus direitos políticos por 8 anos.

A decisão foi em votação secreta em plenário de audiência extraordinária, na qual todos os nove vereadores se fizeram presente para seus respectivos votos no parecer relatados pelos vereadores Eugênio Santos e Neuto Gonçalves.

Na votação o placar final apontou rejeição nas contas do ex-gestor. O relatório indicou que foram praticadas inúmeras irregularidades, como contratação sem licitação empresas ligadas à família e outras irregularidades com empresa de Teresina, na época com a execução do programa federal de banheiros da Funasa.

O placar fina foi de 8 vereadores a 1 que votaram favorável ao parecer das Comissões de Finanças e Orçamento e Legislação, Justiça e Redação Final, rejeitando o parecer do TCE e as contas do ex-prefeito Moisés Lemos.

Segundo consta em documentos da câmara, o ex-prefeito Moisés Lemos não se manifestou pela sua defesa. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp