27/04/2016 às 10h54min - Atualizada em 27/04/2016 às 10h54min

Assalto a posto de combustível em Monte Alegre faz uma vítima fatal

Três suspeitos foram presos

Cidade Verde

O assalto a um posto de combustível no município de Monte Alegre - a 786 km de Teresina - resultou na morte de um suspeito e três presos, entre eles, um soldado da Polícia Militar do Piauí, com mais de 20 anos na corporação. O roubo pode ter sido planejado pelo marido da gerente do posto, de acordo com informações do comandante do 7º Batalhão de Polícia Militar em Corrente, major Hortêncio Santos. 

"Por volta de 1h da madrugada, dois suspeitos foram até à casa da gerente do posto e pegaram o marido dela. Supostamente, o mantiveram como refém, para obrigar a mulher a ir ao posto e abrir o cofre. Assim, ela entregou todo o dinheiro e eles fugiram com o marido. Na fuga, conseguimos prender um dos suspeitos que confessou  que tudo foi armado pelo marido da gerente do posto", explica o comandante. A modalidade de crime supostamente forjada é conhecida como "Sapatinho", que consiste no sequestro de pessoas para posterior retirada de dinheiro.

O preso, que assim como os demais não teve a identidade confirmada, delatou os comparsas, que estavam escondidos na casa do PM. Ao chegar ao local, os policiais foram recebidos a tiros e um suspeito morreu. 

"O primeiro preso foi capturado quando estava fugindo para Santa Filomena na motocicleta roubada de um frentista. Ele entregou os demais suspeitos e ao chegar na casa do PM, a polícia foi recebida com muita violência. Eles efetuaram vários disparos e no tiroteio, um ficou ferido e morreu a caminho do hospital e outro fugiu baleado. Nesta casa, efetuamos a prisão do marido da gerente e do soldado", explica o major Hortêncio. 

O comandante ressalta que ainda não há a confirmação da participação direta do policial militar no assalto e que, inicialmente, ele somente teria dado apoio aos suspeitos. 

"Infelizmente está sendo apurado a participação desse policial no crime. Ao que tudo indica, ele estava dando abrigo ao criminosos, deu cobertura para o bando, cedendo sua casa, onde seria feita a divisão do dinheiro roubado. Ele será atuado com os outros dois presos e será encaminhado para o presídio militar em Teresina", explica o major Hortêncio. 

Com o primeiro suspeito preso, a PM recuperou mais de R$ 6 mil entre cédulas e moedas. A ação criminosa teve desfecho por volta das 5h30 e a polícia reforça diligências na região para capturar o único fugitivo que, provavelmente, está baleado. 

O município de Monte Alegre fica distante 80 km da cidade de Corrente, ambos ao Sul do Estado. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »