11/02/2015 às 10h05min - Atualizada em 11/02/2015 às 10h05min

Prefeito e empregada são presos acusados de matar primeira-dama em Lagoa do Sítio

Ambos confirmaram que tinham um caso e a empregada confessou ser autora do crime

Portal AZ

O prefeito Zé Simão (PT), do município de Lagoa do Sítio no Piauí foi preso na noite da última terça-feira (10) acusado de matar a esposa Gercineide Monteiro com pelo menos um tiro de revólver calibre 38. Além do prefeito a empregada, que mantinha um caso extraconjugal com o gestor foi presa e confessou participação no crime. 

A primeira dama foi encontrada morta na manhã de ontem e a primeira suspeita era que tinha sido morte natural. No entanto, após a realização de exames foi constatado que a primeira dama foi morta com um tiro na cabeça. 

“O corpo foi encontrado dentro de casa por volta das 8h30 da manhã, mas a perícia iniciou seu trabalho por volta 12h30, onde levantou a suspeita de homicídio. Já no período da tarde após a realização de exames pericias foi constatado que trata-se de assassinato” , declara delegado Willame Morais, gerente de policiamento do interior.

A polícia acredita que após cometer o crime, o prefeito teria saído de casa para não levantar suspeitas. “O prefeito com a ajuda da empregada teria cometido o crime e saído de casa logo em seguida, quando voltou disse ter encontrado a esposa morta”, afirma o futuro secretário de segurança Fábio Abreu. 

Os exames pericias apontam que a morte deve ter ocorrido por volta de 1h da madrugada. O corpo da primeira dama ainda está no IML e o prefeito Zé Simão foi preso e está sendo transferido para Teresina.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp