29/02/2016 às 16h57min - Atualizada em 29/02/2016 às 16h57min

Produção de melancia ecológica e de qualidade bate recorde e muda a economia da localidade Pastores

Comunidade planeja implementar irrigação para dobrar a produção.

Viviane Setragni
ASCOM

Os produtores de melancia da localidade Pastores, zona rural de Corrente, comemoram a safra desse ano, que bateu todos os recordes. Com uma produção de 12 mil frutas, hoje a comunidade se orgulha de abastecer todo o mercado do município e das cidades vizinhas, mudando a realidade econômica e contribuindo para a autoestima dos agricultores. “Antes a gente levava as frutas pra vender na feira municipal, com muita dificuldade, porque a estrada era muito ruim e a produção era pouca, mas hoje os caminhões vêm até aqui buscar a nossa produção pra vender em Corrente e em muitas cidades da região”, conta Eduilson Pereira Lima, presidente da Associação dos Pequenos Produtores Rurais Vale da Bênção de Pastores.


A agricultora Marinélia Pereira Lima e seu esposo 
Nilson Evangelista dos Santos

As melancias vendidas pelos produtores de Pastores são famosas não somente pela longa distância que percorrem – 47 quilômetros, 25 dos quais em uma estrada de terra acidentada, sujeita às intempéries anuais e dependentes de manutenção constante; elas são famosas principalmente pela sua excelente qualidade, com sabor superior aos frutos trazidos pelos comerciantes de diversas regiões do Brasil. “Nenhuma é mais doce e gostosa que a nossa, por isso a gente vende a produção toda, não sobra nada! Além disso são totalmente orgânicas, não usamos nada de agrotóxicos ou adubos químicos, o que não se pode garantir das frutas que vêm de fora!”, afirma orgulhoso, sem pestanejar, o agricultor.


Prefeito Jesualdo Cavalcanti com o presidente da associação, Eduilson Pereira Lima

Mas a realidade nem sempre foi essa; a comunidade precisou passar, em poucos anos, por uma profunda mudança na forma de cultivar a terra. “Antes a gente queimava a terra pra fazer a plantação. Graças a Deus hoje a gente sabe cuidar da roça do jeito certo, sem precisar colocar fogo”, explica a agricultora Marinélia Pereira Lima, enquanto percorre a sua plantação a procura das melhores frutas para tirar uma foto. Ela cultiva a terra junto do seu marido, Nilson Evangelista dos Santos, ao lado da propriedade do seu filho, que também produz melancias.


Roça dos agricultores Marinélia e Nilson
 

O Pastor Manoel Luiz Reis de Oliveira, que há vários anos realiza um trabalho voluntário na localidade, intermediou a comunicação entre os produtores e a prefeitura, levando as principais necessidades dos agricultores aos gestores municipais.

“Eu conhecia a localidade Pastores há muitos anos, pelo trabalho religioso que desenvolvi aqui, e sabia que a comunidade, que é muito esforçada, precisava de ajuda para melhorar a sua produção. Aos poucos, através da Secretaria de Desenvolvimento Rural, nós fomos introduzindo novos conhecimentos e novas tecnologias de produção, que deram resultados muito positivos. Para se ter ideia, além de realizar as queimadas eles não aravam a terra antes de plantar, então se trata de uma mudança de cultural. Os produtores que acreditaram na mudança e que modificaram a forma de produção hoje colhem os resultados, literalmente, incentivando os outros produtores a fazerem o mesmo. E a mudança foi feita através da Associação que foi formalizada no ano passado, onde participam 27 produtores de toda a localidade, independentemente de sua religião. É um grande exemplo para os agricultores de Corrente”, coloca o pastor.

O prefeito Jesualdo Cavalcanti, acompanhado pelo ex-prefeito João Barros e pelo Gerente Municipal de Recursos Hídricos, Osvaldo Rodrigues, estiveram na localidade neste sábado (27) visitando as plantações e conversando com os agricultores. Na casa de dona Camila, mãe do presidente da Associação, o prefeito ouviu as principais reivindicações da comunidade.


Entusiasmados com o sucesso das novas técnicas implementadas, os produtores já estudam a ampliação da produção através de irrigação. “Eles acreditam que, através da tecnologia, seria possível dobrar a produção com uma qualidade ainda superior, já que a umidade característica do período de chuvas é favorável ao desenvolvimento de fungos, ocasionando uma considerável margem de perda. Além disso planejam diversificar a cultura, plantando hortaliças”, explica Osvaldo Rodrigues.

O gestor municipal gostou da ideia e deu carta verde para um novo experimento. “Sugerimos que a comunidade abra o poço cacimbão, sugestão feita por eles próprios, e a prefeitura entrará com as manilhas. Caso o resultado seja positivo e garanta a irrigação de uma determinada área de plantio, apoiaremos a disseminação da obra por toda a região, que  reconhecidamente possui grande reservatório de água em seu subsolo”, comentou o prefeito.

O gestor lembrou ainda que já assinou o convênio com a CODEVASF para a construção da estrada que fará a ligação com a comunidade, no valor de R$ 713.213,21. “Aguardamos apenas a aprovação do projeto executivo para dar início à obra. Além disso, anualmente e sempre necessário realizamos a manutenção da estrada através da prefeitura, garantindo o acesso à região, evitando que ela fique isolada”, completou.

Osvaldo  finaliza elogiando a comunidade pela boa vontade de sua gente. “Nós sabemos da importância que a parceria do poder público com a comunidade representa, não exatamente pela economia, mas pela conscientização da população que acaba se sentindo corresponsável pelo bem e nenhum lugar expressa mais essa característica que os Pastores, onde as pessoas conseguem trabalhar em regime de mutirão, dando exemplo para todo o município de Corrente”.


Casal com 10 filhos tem importante fonte de renda na produção da fruta


Estrada que dá acesso às plantações receberá melhorias pela prefeitura


 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp