05/07/2017 às 09h09min - Atualizada em 05/07/2017 às 09h09min

Inscrições para Jovem Senador seguem até o dia 18 de agosto

O projeto seleciona 27 estudantes do ensino médio de escolas públicas estaduais para vivenciarem o trabalho dos senadores

Portal Corrente

Estão abertas as inscrições para o Jovem Senador, um projeto anual que seleciona, por meio de um concurso de redação, 27 estudantes do ensino médio de escolas públicas estaduais, com idade até 19 anos, para vivenciarem o trabalho dos senadores da República.

Este ano, os alunos devem desenvolver redações dissertativo-argumentativas com o tema "Brasil plural: para falar de intolerância", com extensão de 20 a 30 linhas.

Para participar, os alunos devem estar regularmente matriculados em escola pública estadual ou do Distrito Federal de ensino médio, em uma das seguintes modalidades: regular, ensino técnico na modalidade integrada ou educação de jovens e adultos; ter, no máximo, 19 anos completos até 18 de agosto de 2017, data-limite para a inscrição; e ter disponibilidade para participar da fase presencial do Jovem Senador, em Brasília, no período de 27 de novembro a 2 de dezembro de 2017.

A organização do concurso veda a participação de estudantes que já tenham sido Jovem Senador ou que seja parente de integrantes da equipe organizadora em linha reta, colateral ou afim, até segundo grau.

O projeto Jovem Senador estimula a reflexão sobre política, democracia e exercício da cidadania, provocando a reflexão sobre a importância da atuação individual e coletiva para a consolidação dos valores éticos que constroem uma nação.

Para a professora Márcia Reijane, coordenadora do programa na Seduc, "todos os alunos do Ensino Médio devem aproveitar essa oportunidade de vivenciar o papel do senador, sair dos seus municípios, conhecerem Brasília, interagir com estudantes de outros estados", já para as escolas e professores, Márcia diz que "é importante fortalecer a leitura e escrita dentro da escola".

Serão selecionados, em processo de três etapas, 27 finalistas, um por unidade da federação. Na primeira etapa, cada escola seleciona uma redação para representá-la e a encaminha à Secretaria de Estado da Educação (Seduc) até o dia 18 de agosto.  Na segunda etapa, a Seduc seleciona três redações, sem classificá-las, e as encaminha ao Senado Federal, com as fichas de inscrições devidamentes preenchidas e as cópias dos documentos de identificação exigidos na ficha de inscrição.

E na terceira etapa (nacional), a comissão julgadora do Senado avalia e julga as 81 redações e seleciona 27 finalistas, uma de cada unidade da federação, classificando o primeiro, o segundo e o terceiro lugar nacionais.

Clique aqui para acessar o regulamento.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp