10/09/2018 às 20h35min - Atualizada em 10/09/2018 às 20h35min

Ideb de Corrente não atinge meta do MEC e índice diminui nas séries finais do Ensino Fundamental

Viviane Setragni
Portal Corrente
O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2017 das escolas da rede pública municipal de Corrente não alcançou a meta projetada pelo Ministério da Educação (MEC) em 2017. De acordo com os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), as séries iniciais registraram a nota de 3,5 e as séries finais a nota de 2,6. A meta para as séries iniciais do Ensino Fundamental era de 4,4 e para as séries finais 3,9.

Em relação aos índices anteriores, o índice avançou um décimo 
nas séries iniciais, passando de 3,4 em 2015 para 3,5 em 2017. Já nas séries finais houve um retrocesso, de 3,1 para 2,6.

O resultado não acompanha a tendência anterior, de 2013 para 2015, que registrou crescimento tanto nas séries inicias, passando de 2,8 para 3,4; quanto nas séries finais, que foi de 2,8 para 3,1.

 

Ideb

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, criado pelo Inep em 2007, é o principal indicador da qualidade da educação básica no Brasil. Ele reúne em um só indicador dois conceitos importantes para a qualidade da educação: fluxo escolar e médias de desempenho nas avaliações, incluindo a Prova Brasil, aplicada pelo Governo Federal.

O Ideb também é importante por ser condutor de política pública em prol da qualidade da educação. É a ferramenta para acompanhamento das metas de qualidade do PDE para a educação básica. O Plano de Desenvolvimento da Educação estabelece, como meta, que em 2022 o Ideb do Brasil seja 6,0 – média que corresponde a um sistema educacional de qualidade comparável a dos países desenvolvidos.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp