01/09/2020 às 13h45min - Atualizada em 01/09/2020 às 13h45min

Auditoria em Gilbués constata gasto do prefeito interino Manin no valor de 408 mil reais em 63 dias com uma única empresa

Ascom
Relatório preliminar da auditoria contratada para analisar a gestão de prefeito interino Paulo Henrique Mascarenhas constatou gastos de 408 mil reais com a Empresa Distrimed. Segundo assessoria jurídica, não há documentação sobre os ítens adquiridos ou qualquer demosntrativo que justifico o vultuoso repasse à empresa. 

A auditoria também não encontrou nenhum processo licitatório justificando o repasse dos recursos federais à empresa, como está no o art. 83º da lei orgânica do Município de Gilbués , lembrando que a Administração Pública direta ou indireta de qualquer dos poderes  deve obedecer aos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade.

"Faz se saber que a gestão do prefeito Manin gastou com empresa de medicamentos uma MÉDIA DE R$ 6.460 POR DIA DURANTE O PERÍODO DE 63 DIAS

A média de gastos da Secretaria Municipal de Saúde, durante a gestão de Leo Matos, era de R$ 60 mil reais mensais.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp