01/04/2014 às 16h16min - Atualizada em 01/04/2014 às 16h16min

João Madison desmente boato e comenta PSB no governo Zé Filho

Deputado diz que Zé Filho honrará o compromisso e não será o candidato.

Cidade Verde

O deputado estadual João Madison (PMDB) desmentiu hoje (1º) que Zé Filho (PMDB), ao assumir o governo, tente viabilizar sua candidatura ao governo no lugar de Marcelo Castro (PMDB). O pmdbista desmentiu também que já haja definição sobre sua indicação para ser líder do governo na Assembleia. Para João Madison, Zé Filho honrará o compromisso assumido com o partido.

"Zé Filho é um homem de caráter e já deu sua palavra. Não tenha dúvida que o candidato é Marcelo Castro. É o candidato do partido. Agora, vamos trabalhar para que ele vá se viabilizando. Ele já disse que não é candidato de si próprio. O grupo escolheu Marcelo. Essa estória não existe", declarou em entrevista ao Jornal do Piauí.

Durante essa semana até sexta feira (04), data da posse, Zé Filho trabalha na estruturação do secretariado, em conversas com a equipe de transição e com os futuros secretários para acertar como se dará o início de sua gestão. 
Os cargos estão sendo divididos com os partidos que já acertaram apoio à chapa. PSDB, PMDB e PSB terão as maiores participações na administração. E o PMDB, segundo João Madison, não terá o tamanho que pretendia. "Temos que dividir o pão", comentou. Zé Filho tem priorizado destinar as pastas maiores a nomes de sua confiança pessoal. A maioria dos nomes postos até o momento não é filiada a agremiação política. 
"Vamos [o PMDB] ter o governador, que vai nos dar todas as condições. O PMDB tem que ter essa visão. O Mirocles Veras [indicado para a Secretaria de Saúde] tem toda amizade no partido. Alano [Dourado] é hoje um advogado da Secretaria da Educação [pasta que assumirá], participa de comissões da OAB, tem um perfil excepcional. O governador tem o direito de ter secretarias de sua obrigação de nomear. Nesse momento ele quer dar continuidade ao trabalho, mas fazer a marca pessoal, tendo um trabalho prestado. Isso demonstra o seu caráter, sua posição", declarou o deputado.
O partido do governador Wilson Martins, o PSB, terá maior número de pastas no governo Zé Filho do que o PMDB tinha na administração de Wilson. É o que afirma João Madison. Para ele, o principal será feito pelas lideranças pmdbistas: trabalhar para eleger Wilson senador. 
"Tem a Secretaria de Desenvolvimento Rural, o Interpi, tanta coisa que vai ficar para o PSB. Nós não chiamos quando Wilson nomeou quem ele quisesse. É natural. O PSB vai ficar bem maior do que o PMDB no governo do PSB. Não vejo nada de anormal. O que o PSB quer e vamos fazer? Trabalhar para eleger o senador. É natural. Você não pode querer duas coisas ao mesmo tempo", disse.
Já o PSDB "vai crescer". Até o momento sem nenhum cargo no governo, os tucanos poderão indicar ao menos dois nomes: Secretaria das Cidades e Secretaria de Assistência Social e Cidadania. 
"Hoje é zero [participação no governo], mas vai crescer, ter uma participação administrativa maior. Não tinha nada e vai ter. Só compete ao governador anunciar nome de secretário. Acho que a parceria administrativa com Firmino [Filho] vai ser bem maior, mais que os cargos que vai ocupar", comenta referindo-se aos projetos em comum.
 
João Madison negou ainda que haja algum tipo de estresse do PMDB em relação ao PSDB e comentou que Firmino ainda não atesta que o prego foi batido em relação a formação da chapa porque Zé Filho ainda não assumiu a cadeira.
 
"Tudo tem o seu momento certo. Se fosse hoje, a coligação estava fechada, a chapa também. Está tudo caminhando as mil maravilhas. Agora, não vou adivinhar o que vai acontecer amanhã. O esforço é para consolidar e é para isso que o futuro governador trabalha. Tudo tem o seu momento. Só podemos falar que a coisa se concretizou na sexta, depois de lida a carta renúncia. Até lá, o governador é Wilson Martins, ele está trabalhando, inaugurando obras, e Zé Filho está preparando sua equipe", declarou.
 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp