14/04/2014 às 08h55min - Atualizada em 14/04/2014 às 08h55min

Quem é novo Secretário de Educação do Estado?

Zé Filho surpreende ao indicar o jovem Alano Dourado, 29 anos

Portal AZ

Por Arimatéia Azevedo

Na véspera de assumir o cargo de governador, em meio às especulações de que teria recuado na nomeação do jovem advogado Alano Dourado, para a secretaria de Educação, o então vice-governador Zé Filho telefonou para este jornalista: “vocês vão se surpreender com o novo secretário de Educação”. Essa frase induziu a se pensar, no ato, que seria escolhido um segundo nome, mas o que Zé Filho se referia era sobre o currículo do escolhido. Que não tem 24 anos, como tentaram incutir e sim, 30. Aliás, na casa dos 30, porque ele os completará em setembro.

E qual o surpreeendente em tudo isso? Bem diferente das figuras carimbadas e viciadas, o setor da educação terá um jovem que aos onze anos ganhou prêmio da Olimpiada de Matemática e Raciocínio Lógico, do rígido Instituto Dom Barreto; foi vice-campeão de xadrez e não precisou de pistolão para assumir aos 18 anos, cargo público. Aos 17 inscreveu-se no concurso da Secretaria de Fazenda, logrando exito no concurso no ano seguinte. Foi chefe do Posto Fiscal da Taboleta aos 21 anos – de 2004 a 2011 e na secretaria desenvolveu o Núcleo de Inteligência Fiscal, implementou o sistema de monitoramento de todas as pastas fiscais. Como estudante de Direito, iniciando tambem aos 17, dava aulas particulares para colegas e filhos dos ricos da cidade numa forma de se manter financeiramente, sem mais precisar da ajuda da família. Família simples, sem ligações políticas. Concomitante ao Direito, ele também cursava Computação na Ufpi e, já a partir do primeiro ano de Direito, estagiava na Defensoria Pública. Na Ufpi, desenvolveu o projeto Cajuína (Centro de Assessoria Jurídica popular de Teresina) com envolvimento de alunos de Direito da Federal para, nas escolas públicas, dar aula sobre Direito e cidadania para alunos carentes.

Formado, Alano passou a atuar na OAB-PI criando a Comissão de Direito Empresarial, do qual é o vice-presidente com projetos que terminaram aproximando-o da Associação dos Jovens Empresários. Sua proximidade com Zé Filho, na Fiepi, foi a partir dessa relação no meio empresarial. Enfim, seja com a força de trabalho, seja pela experiência de vida, Alano Dourado já há algum tempo tem prestado serviços na área da Educação, portanto, não é estranho no meio. Como ele próprio diz, conhece e sabe bem a importância do ‘pai de todas as profissões’, o professor. Realmente, o governador surpreendeu com a escolha. Basta testá-lo.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp