03/07/2013 às 10h30min - Atualizada em 03/07/2013 às 10h30min

Procurador denuncia ex-prefeito de Parnaguá e justiça decreta prisão

Além da prisão, o ex-prefeito está inabilitado por cinco anos para o exercício de cargo ou função pública, eletivo ou nomeação

Cidade Verde; foto: Cidade Verde

O ex-prefeito de Parnaguá, Edson Luiz Guerra de Melo, foi condenado a um ano de prisão em regime semiaberto por crime de responsabilidade. A condenação foi através de denúncia do procurador da República Wellington Bonfim.

O procurador apontou que na condição de prefeito do município, Edson Guerra, não prestou conta dos recursos do Fundef recebidos por Parnaguá nos anos de 1998 (R$ 297.698,83 ) e 1999 (R$ 461.507,14).

Além da prisão, o ex-prefeito está inabilitado por cinco anos para o exercício de cargo ou função pública, eletivo ou nomeação.
A Justiça deixou de aplicar a pena de perda do cargo público em razão da conclusão do mandato em que o réu praticou o ilícito e não haver nos autos notícia de exercício de novo mandato eletivo. Essa já é a quarta condenação do réu em ações ajuizadas pelo MPF. Foram três condenações em ações penais e uma em ação de improbidade.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp