24/06/2019 às 19h16min - Atualizada em 24/06/2019 às 19h16min

Coronel Pimenta é sepultado em Brasília

Conheça um pouco da biografia de Joaquim Pimenta Barros

Viviane Setragni
Portal Corrente
Coronel Pimenta representando a família na inauguração do Museu Mãe Iracema (Foto: Portal Corrente)
Foi sepultado às 17h desta segunda-feira (24), em Brasília, o corpo de Joaquim Pimenta Barros, ou Coronel Pimenta, como era conhecido.

Ele faleceu na tarde de domingo, em decorrência de complicações causadas pela dengue, doença contraída há um mês.

Joaquim Pimenta Barros era filho de Iracema e Sebastião Barros e um dos irmãos mais velhos do ex-deputado e ex-prefeito de Corrente, Jesualdo Cavalcanti Barros e do ex-prefeito também de Corrente, João Barros.

Morou muitos anos em Teresina, onde foi oficial do exército. Um dos cargos que ocupou foi o de sub-comandante do 2º Batalhão de Engenharia de Construção (BEC), tendo dirigido muitas obras, inclusive a estrada de ferro do  Piauí ao Ceará.

Ao passar para a reserva, já tinha feito o curso de Direito e entrou, por concurso, como técnico do Superior Tribunal de Justiça (STJ), passando a morar em Brasilia.

​Foi também um dos idealizadores e co-fundador do Museu Mãe Iracema, junto de seus familiares, e esteve em Corrente em janeiro deste ano participando da inauguração, tendo inclusive discursado em nome da família Barros.

Deixa cinco filhos (Thelma, Rosângela, Selene, Pimenta Júnior Claudia) e a viúva, Justina.


**  O Portal Corrente agradece as informações gentilmente repassadas por Maria do Socorro Rocha Cavalcanti Barros, cunhada do falecido. "Deixou muitos amigos aqui no Piauí, que têm me pedido mais informações sobre ele. Registro aqui. Saudades".


Entre os irmãos (Foto: acervo familiar)


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp