15/08/2019 às 10h00min - Atualizada em 15/08/2019 às 10h00min

Wellington mostra potencial do Piauí na agricultura ao presidente Jair Bolsonaro

O governador fez um sobrevoo sobre os Tabuleiros Litorâneos ao lado da comitiva presidencial

Redação

O governador Wellington Dias (PT) recepcionou o presidente Jair Bolsonaro, nesta quarta-feira (14), em Parnaíba, a 340 km da capital (Teresina), e sobrevoou de helicóptero o projeto dos Tabuleiros Litorâneos do Piauí que tem um alcance de quase 10.000 hectares de terras. Na cidade litorânea, Bolsonaro participou da inauguração da Escola Militar Jair Messias Bolsonaro, instituição pertencente ao Serviço Social do Comércio (Sesc), órgão do Sistema Federação do Comércio do Piauí (Fecomércio-PI)

“Recebemos o presidente da República com o devido respeito e ao lado da comitiva fizemos um sobrevoo sobre os Tabuleiros Litorâneos com fruticultura irrigada e que tem uma das maiores produções de frutas orgânicas do Brasil. Agradeci pelo povo do Piauí pela retomada dos investimentos que vão ampliar produção e mais trabalho na região com esse projeto”, disse Wellington.

Os tabuleiros funcionam captando água no Rio Parnaíba por meio de um canal com 1.300 metros, até a estação de bombeamento. Depois, bombas impulsionam a água da adutora ao reservatório para, assim, seguir por gravidade em canais para distribuição nos lotes. São produzidos acerola, abacaxi, banana, manga, goiaba e outras frutas, inclusive com grande volume para exportação.

“Precisamos seguir trabalhando junto aos demais governadores do Nordeste pelo povo integrando esforços entre União, estados, municípios e setor privado, especialmente no desafio de fazer a economia crescer e gerar mais emprego e renda para quem precisa”, reforçou o governador.

Dias esteve ainda com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, para a qual relatou sobre o potencial de crescimento que o Piauí tem nesta área de produção de alimentos.  “Devemos seguir investindo em infraestrutura. Nesta etapa que será retomada é um contrato de R$ 196 milhões e já temos liberados recursos de R$ 88 milhões.  A fruticultura é uma prioridade do Piauí pela capacidade de geração de empregos”, explicou Wellington.

Resultado de imagem para wellington dias e bolsonaro emparnaíba

Mercosul – Durante o sobrevoo, Bolsonaro disse que o acordo Mercosul e União Europeia, anunciado em junho deste ano, vai beneficiar o setor da fruticultura brasileira. “Uma das coisas mais importantes [do acordo], lá fora não terá mais barreira para importar as frutas produzidas no Brasil, a tarifa será zero. Então, a fruticultura aqui de Parnaíba [PI] será pujante, vamos exportar mais ainda para a Europa. Com isso, vem emprego, vem desenvolvimento”, disse.

O acordo entre os blocos econômicos prevê a eliminação de tarifas para diversos produtos, como frutas, suco de laranja, café solúvel, peixes, crustáceos e óleos vegetais, além de cotas para a venda de carnes, açúcar e etanol.

O projeto de irrigação capta água do Rio Parnaíba por meio de um canal com 1,3 mil metros. Estruturado pelo Departamento Nacional de Obras Contras as Secas (Dnocs), o empreendimento é gerido pelos próprios produtores.

Nos cerca de 1,4 mil hectares já irrigados são produzidas frutas orgânicas como acerola, abacaxi, banana, manga e goiaba, com grande volume para exportação. De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, há outros 2,4 mil hectares equipados e prontos para o manuseio da terra. O potencial total de irrigação é de 8,4 mil hectares, que deverão ser usados na segunda etapa do projeto.

(Com informações do Governo do Piauí e Agência Brasil)

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp