14/01/2018 às 10h22min - Atualizada em 14/01/2018 às 10h22min

Oração

Por Gabriela Aguiar

Portal Corrente
Foto: Gabriela Aguiar

 

De que servem minhas palavras, se não se ascendem velas

É como um barco em alto-mar, a paisana, pintado em telas

De que serve minha sufocante, tola e inútil vontade

Se no final há quase tudo, menos vestígios de bondade

 

Não me interesso por ricos devaneios ou sábias lições

Gosto daquelas sutis palavras, que tocam os corações

Não me interesso por prédios, nem ruas de asfalto

É mais bonito ver passarinho cantando, voando no alto

 

Eu procuro andar com passos longos, confiantes de fé

Acredito em Deus, em espíritos de luz, em anjos até

Não quero essa triste rotina de quem descrê na vida

É tão surpreendente, e mesmo triste, faz-se colorida

 

E então vou terminando minha oração devagarzinho

Fiz sem pressa, com sinceridade e traços de carinho

E aqui por fim agradeço a tudo que Deus tem me dado

Inclusive, essa mania de escrever que me é de bom grado

 

Assim converso um pouquinho todos os dias com o Pai

Falo sobre o que aconteceu, e se ele quiser, o que ainda vai

Aos poucos vou abrindo meus olhos, cantando uma canção

Não esqueci de agradecer nada, só peço em troca sua benção

Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp